Auditorias

As Auditorias assentam numa estratégia baseada na contínua avaliação e controlo dos perigos potenciais identificados e decorrentes das circunstâncias de realização da actividade de trabalho de cada um dos grupos profissionais considerados, bem como na análise das necessidades organizacionais no domínio da segurança e saúde ocupacional, determina o nível de prioridade das actividades específicas a realizar, aumentando ou diminuindo a frequência das respectivas intervenções.

Desta forma, a identificação e análise destas necessidades, directamente associadas aos factores de risco individuais (internos – operador) e do trabalho (externos – condições técnicas e organizacionais, p.e. instalações), permite-nos desenhar, actualizar e desenvolver um programa de prevenção em segurança, higiene e ergonomia alicerçado – sobretudo – em critérios técnico-científicos e não apenas baseado nas necessidades de trabalhadores mais informados ou na capacidade económica das empresas.